Mario Dal Maso

Documento em dia é uma tranquilidade para o síndico


Qualquer condomínio está sujeito a ter incêndio, principalmente por razões acidentais. Casos do tipo em edifícios residenciais são mais frequentes do que se imagina. É por isso que em diversos estados se pede um AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), ou documento similar. Essa vistoria prova que o condomínio está em dia com diversas obrigações de segurança. E é com um conjunto de documentos que se começa a caminhar rumo ao AVCB, que em muitos casos é exigência para contratação de seguro predial, obrigatório por lei para condomínios.

Segundo Jair Aleixo, gerente de condomínios da Mario Dal Maso, dentre os documentos necessários estão: atestado de brigada de incêndio, ART de para-raios, ART Instalação de gás, laudo elétrico, atestado de sistemas de combate ao incêndio, entre outros. 
 
Condomínios antigos, que não dispõem de grande parte dos equipamentos cobrados nas novas normas enfrentam o maior desafio, principalmente por conta do orçamento para regularização. “Acima da questão de legislação é um cuidado com a segurança das pessoas e como a lei propõe, o nosso papel é prevenir. Infelizmente essas atitudes para a regularização representam custos que nem todo mundo está disposto a pagar e para corroborar a fiscalização ainda opera em caráter educativo, uma vez que os órgãos capacitados não têm pessoal para conseguir atender a demanda, porém a ausência das normas pode resultar em ação criminal.”, explica Aleixo.

 

< Voltar



Mario Dal Maso - 2017 © Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Predicado Comunicação