Mario Dal Maso

Lei no silencio no condomínio - como evitar conflitos?


Cada condomínio tem regras específicas de convivência que estão descritas no seu Regimento Interno, como a Lei do Silêncio, que determina horários para a realização de obras, por exemplo, e também para barulhos que costumam irritar os vizinhos como andar de salto alto, música alta ou mudanças de móveis.

No caso de ruídos contínuos, o morador que se sentir incomodado pode solicitar que o subsíndico, síndico ou zelador verifique o motivo do barulho e notifique o morador que está causando o ocorrido.
 
Quanto aqueles barulhos que são esporádicos, mas que vão se repetindo ao longo dos dias, o ideal é uma conversa amigável com o vizinho para não expor à pessoa as autoridades do condomínio. Caso o morador não se sinta à vontade para ter esta conversa, a melhor solução é recorrer a ajuda do síndico.
 
É importante também lembrar que apesar das regras, vale sempre o bom senso. Se o barulho da festa extrapolou, mas você não está irritado com o barulho, evite a reclamação e prefira conviver em harmonia.
 

 

< Voltar



Mario Dal Maso - 2017 © Todos os direitos reservados

Desenvolvimento: Predicado Comunicação